Diogo Vieira 11º em Málaga

~mv2

 

A solarenga cidade espanhola de Málaga recebeu a 3ª prova do campeonato do mundo de SuperEnduro. A organização já tinha realizado uma prova extra-campeonato em 2017 para preparar a recepção à caravana mundialista.

A pista era bastante rápida com 3 duplos com diferentes obstáculos tanto na descolagem como na aterragem mas tinha uma zona de pedras bastante técnica que colocou os pilotos à prova. O campeão nacional de SuperEnduro conseguiu o apuramento para as finais com um respeitável 9º lugar, sendo a melhor Yamaha nos treinos cronometrados.

Já na primeira final Diogo rodava dentro do Top 10 mas alguns erros fizeram-no acabar a primeira final em 11º. Na segunda final e com um arranque na fila da frente, Diogo conseguiu manter um bom ritmo ao longo de toda a manga e mesmo com alguns erros terminou no 8ª lugar. A 3ª e derradeira final viu um grande queda no arranque, mas Diogo conseguiu evitar a confusão e chegou à primeira curva em quarto. Conseguiu rodar grande parte da manga em redor do 7º lugar até que uma queda quase no fim o atirou para o 10º lugar final, sendo que no somatório das 3 finais foi o 11º classificado.

“Foi uma prova muito intensa pois a pista era bastante pequena e a zona de pedras muito técnica. Senti-me bastante bem com a moto e sabia que consegui rodar dentro do Top10. Fiquei a 1 ponto, o que deixa com um sabor um pouco agridoce mas dá-me motivação para trabalhar e tentar entrar nos dez melhores  em Bilbao, a próxima prova do campeonato do mundo.”

Enduro e Motocross 2018: 1.750 euros no Challenge Polisport

Tal como aconteceu em 2017 a portuguesa Polisport volta em 2018 a promover o Challenge Polisport, mais uma vez direccionado ás classes Elite nos campeonatos nacionais de Enduro e Motocross.

Novamente serão discutidos 1.750 euros em cada disciplina, prémio a ser entregue no final do ano aos três primeiros classificados da classe. 1.000 euros para o primeiro, 500 euros para o segundo e 250 euros para o terceiro classificado, entregues de acordo com a classificação Elite no Enduro e no Motocross no somatório final de todas as corridas dos respectivos calendários.

Calendário Enduro

28 de Janeiro – Vila Nova de Santo André
25 de Fevereiro – Góis
24 e 25 de Março – Régua
22 de Abril – Lousã
20 de Maio – Águeda
17 de Junho – Souselas
14 e 15 de Julho – Valpaços

Calendário Motocross

4 de Março – Alqueidão
18 de Março – Freixo de Espada à Cinta
1 de Abril – Casais de São Quintino
8 de Abril – Marinha das Ondas
29 de Abril – Granho
20 de Maio – Moçarria
27 de Maio – Fernão Joanes
10 de Junho – Vieira do Minho
17 de Junho – Carrazeda de Ansiães

Góis recebeu 400 castanheiros para recuperar a esperança

 

LALARVORE

Primeiro passo da campanha Reflorestar Portugal de Lés-a-Lés, Góis recebeu esta sexta-feira 400 castanheiros para ajudar os habitantes das áreas afetadas pelos devastadores incêndios dos últimos anos na recuperação das zonas ardidas. E foram dezenas as pessoas que, à hora marcada, apareceram no Largo do Pombal, para receber as árvores autóctones doadas pela Federação de Motociclismo de Portugal à Câmara Municipal de Góis, sublinhando o sucesso da iniciativa reveladora da solidariedade de todos os motociclistas. De Norte a Sul do País!

Momento de esperança para populações que viram arder não só a floresta como terrenos de cultivo e mesmo algumas habitações, como as 10 casas atingidas na aldeia do Sobral, mas que, longe de desistir, entregaram-se de ‘alma e coração’ à árdua tarefa de retomar a normalidade de uma vida ameaçada pelas chamas. Resiliência que a FMP fez questão de sublinhar, durante a cerimónia de entrega no centro de Góis, acompanhada de útil explicação de como plantar, cuidar e enxertas estas árvores, em pequena ‘aula’ dada pelo motociclista e produtor de castanheiros da serra da Padrela, Leonel do Adro.

Entrega às pessoas que atempadamente se inscreveram junto da edilidade goiense e que foi acompanhada por folhetos que explicam as vantagens de plantar uma árvore autóctone em detrimento de uma espécie não natural da região, como a maior resistência a incêndios, promoção de solos mais férteis, de nascentes com mais água e melhor qualidade de paisagens e de vida a quem a rodeia. A entrega das restantes 2800 árvores autóctones, dos carvalhos-negrais, sobreiros e azinheiras, aos medronheiros e pinheiros-mansos, passando pelos choupos-brancos, cerejeiras-bravas, bordos e carvalhos-robles prosseguirá, durante o mês de fevereiro, em concelhos de norte a sul do país. Áreas flageladas por incêndios florestais nos últimos anos, de Trás-os-Montes ao Algarve, de Boticas a Silves, atravessados pela última edição do Portugal de Lés-a-Lés Off-Road, em Setembro de 2017.

Fase 2 do ‘Reflorestar Portugal de Lés-a-Lés’ arranca em Góis

ArvoresLALOR

Cumprindo promessa feita pela Federação de Motociclismo de Portugal durante a 3ª edição do Portugal de Lés-a-Lés Off-Road, começa amanhã, sexta-feira, dia 9 de Fevereiro, a segunda fase da campanha de sensibilização “Reflorestar Portugal de Lés-a-Lés” com a doação de 400 castanheiros à Câmara Municipal de Góis. Cerimónia que acontece pelas 14h30, no Largo Francisco Inácio Dias Nogueira – mais conhecido como Largo do Pombal – sendo as árvores entregues de imediato pela edilidade goiense aos muitos munícipes que mostraram vontade em plantá-los nos seus terrenos e quintais.

(mais…)

CNV 2018: Ajustes no calendário

Com seis datas previstas e cinco destas ajustadas o calendário do campeonato nacional de velocidade sofreu alterações face ao ano que se avizinha bastante competitivo por força das forças que já anunciaram a sua presença nas pistas do CNV.

Com uma data ainda por definir o calendário tem cinco paragens definidas e irá iniciar a sua campanha no Estoril, que tem já três datas de acolhimento do campeonato, com as restantes duas a serem realizadas no Autódromo Internacional do Algarve. As alterações visaram permitir aos pilotos com programa internacional poderem igualmente participar nas provas do CNV, sendo igualmente ajustadas datas devido a  eventos nos circuitos.

O ano irá no entanto começar com uma prova extra-campeonato, a realizar no Estoril no dia 8 de Abril e em formato Resistência, isto num ano onde a primeira prova de velocidade em solo luso será mesmo a abertura do FIM CEV 2018 já nos dias 24 e 25 de Março. Em Setembro (14 e 15) e pela décima vez o Autódromo Internacional do Algarve irá receber uma ronda do mundial SBK.

Calendário 2018
21 e 22 de Abril – Estoril I
16 e 17 de Junho- Portimão I
30 de Junho e 01 de Julho – Estoril II
21 e 22 de Julho- Portimão II
22 e 23 de Setembro – Estoril III

Extra-campeonato
08 de Abril – Resistência Estoril

20º Portugal de Lés-a-Lés foi apresentado na Figueira da Foz

LALPresent

Primeiro acto oficial do 20.º Portugal de Lés-a-Lés, a apresentação do evento organizado pela Federação de Motociclismo de Portugal teve lugar na Figueira da Foz, atraindo centenas de mototuristas que viajaram de todo o País para não perder o desvendar das muitas surpresas guardadas para tão importante edição, como para garantir, desde já, lugar em mais uma caravana que se prevê recordista. Pontapé de saída para a grande aventura que, de 30 de Maio a 2 de Junho, ligará Faro a Felgueiras com paragem em Portalegre e Lamego, desvendando com maior pormenor o trajeto de 1160 quilómetros, distribuidos por 4 dias, em figurino que tão bem funcionou em 2017. Percurso completamente novo em mais de 50% da extensão e que, por outro lado, recupera locais que não são visitados há muitos anos, procurando mostrar o lado menos conhecido de um País de marcantes diferenças paisagísticas e de grande beleza.

(mais…)

FMP