CNV 2017: Calendário definido

CNV2016_Estoril2

Com seis provas e oito pontuações está já definido o calendário do campeonato nacional de velocidade 2017. Com paragens em Braga, Estoril e Portimão a época terá seis rondas com oito corridas para cada classe – serão em breve anunciadas quais as jornadas duplas para cada classe – e além das provas que irão decidir os títulos e os troféus em discussão será ainda realizada uma jornada de testes no circuito de Braga com data a anunciar.

(mais…)

Dakar 2017: Nove portugueses no final

Paulo Gonçalves_Dakar 2017 01STG11

Após duas semanas de competição na América do Sul o Dakar 2017 chegou ao seu final novamente com os pilotos portugueses em destaque. Num ano onde estiveram 11 pilotos no palanque de partida registaram-se os abandonos de Luis Portela de Morais e David Megre, ambos devido a quedas, mas os restantes nove fecharam a prova em Buenos Aires na Argentina e com destaque pleno para as cores portuguesas pois entre os dez melhores estiveram dois lusos.

Paulo Gonçalves foi o melhor dos pilotos portugueses ao terminar a prova na sexta posição final, sendo que entre os dez melhores terminaram igualmente Hélder Rodrigues, em nono, e Joaquim Rodrigues Jr. no décimo segundo posto, sendo este igualmente o segundo melhor dos estreantes.

Mário Patrão foi o vigésimo após um Dakar onde esteve integrado na equipa oficial da KTM com forte contribuição no resultado final da equipa austríaca, que venceu pelo 16º ano consecutivo. Coube a Mário Patrão a assistência e manutenção ás motos da equipa oficial aquando das etapas maratona e foi ele a ‘sombra’ de Sam Sunderland, o vencedor da corrida.

Na 26ª posição e segundo na classe Maratona o estreante Gonçalo Reis confirmou que Portugal tem uma nova geração de pilotos capazes de subir na hierarquia da modalidade, algo confirmado pelo 42º lugar de Fernando Sousa Jr. e também pelas excelentes prestações de Fausto Mota (49º), Rui Oliveira (53º) e Pedro Bianchi Prata, o 57º depois de um Dakar onde foi igualmente o ‘anjo da guarda’ dos pilotos da Honda, chegando mesmo a transportar várias dezenas de quilos extra de peças e material para os mesmos durante as etapas-maratona.

Um Dakar difícil onde mais uma vez os pilotos portugueses mostraram toda a sua qualidade e rapidez.

Africa Race 2017: Trio luso na linha de chegada

AFR17D14J0136

Realizada entre os dias 2 e 14 de Janeiro a Africa Race 2017 contou na sua nona edição com a presença de quatro pilotos portugueses: Alexandre Azinhais, Didier Frederico, João Pós de Mina e Sérgio Castro. Um quarteto de pilotos onde apenas Sérgio Castro tinha experiência de participação na prova e que enfrentaram duas semanas de competição com etapas desenhadas em Marrocos e Mauritânia, com a derradeira especial da prova a realizar-se nas margens do Lago Rosa onde até 2007 terminou o Dakar.

Entre os quatro pilotos apenas Alexandre Azinhais não chegou ao final da prova depois de já na segunda semana da mesma problemas de moto com a sua moto o terem afastado da corrida. O piloto de Albufeira ainda regressou à corrida penalizado pela organização mas o motor de substituição voltou a não permitir que este atingisse o final da prova. O seu colega de equipa, Didier Frederico, foi o melhor dos lusos ao terminar na oitava posição, com João Pós de Mina a ser o 17º e Sérgio Castro o 18º.

TT 2017: Troféus Navegação e Resistência

67e68156-b7bf-45b9-aade-67226298c263
Juntamente com o campeonato nacional de TT a época 2017 da modalidade vai contar com algumas novidades que envolvem os Troféus de Navegação e também um novo Troféu de Resistência.

Com ambos a serem compostos por quatro provas, tanto uma especialidade como outra estarão abertas a todas as categorias – Moto, Quad e UTV . O Troféu de Navegação fez a sua estreia em 2016 com duas provas e depois do sucesso das mesmas e da excelente adesão por parte dos pilotos no próximo ano serão quatro as rondas a integrar o calendário do mesmo, com a primeira delas a levar a caravana até Santiago do Cacém, passando depois por  Guimarães, Mação e Faro, estas duas últimas em repetição face ao visto no passado ano, onde Paulo Gonçalves garantiu a vitória.

Igualmente com quatro provas será realizado o Troféu de Resistência TT. Com arranque marcado para os dias 11 e 12 de Fevereiro em Coruche, terá também provas em Alcanena, Santa Maria da Feira e uma quarta ronda que será anunciada em breve. Todas as provas deste troféu terão a duração de duas horas e quando as provas que integram o mesmo tenham uma duração superior a classificação será feita no final dos 120 minutos regulamentares e não no final da prova.

Duas boas novidades para os amantes do TT que voltam a contar com corridas de resistência e um troféu de navegação com o dobro das provas de 2016.

Calendário Navegação

04 e 05 Fevereiro – Santiago do Cacém
29 de Abril a 01 de Maio – Guimarães
16 e 17 de Setembro – Mação
11 e 12 de Novembro – Faro

Calendário Resistência

11 e 12 de Fevereiro – Coruche
08 e 09 de Julho – Alcanena
14 e 15 de Outubro – Santa Maria da Feira
A Anunciar – A anunciar

CNE 2017: CFL é patrocinador principal

LogoCFL_ENduro2017

A poucos dias do início de mais uma edição do campeonato nacional de enduro a Federação de Motociclismo de Portugal e a  CFL, empresa de Águeda especializada na comercialização de produtos TT, chegaram a um acordo que torna a CFL como patrocinador principal do campeonato neste novo ano de competição.

Com mais de 25 anos de presença no mercado a CFL reforça assim a sua presença na modalidade onde continuará a estar como patrocinadora de várias equipas como sucede igualmente com outras disciplinas do ‘Off-Road’.

Com sede na Zona Industrial de Travassô em Águeda a CFL continua assim apostada no crescimento da sua notoriedade, agora como principal patrocinador do campeonato nacional de enduro.

Dakar 2017: Altos e baixos da ‘armada lusa’

Paulo Gonçalves_Dakar 2017 02STG03

São já cinco as etapas concluídas no Dakar 2017 e são quase diárias as alterações que a prova tem sofrido fruto de quedas, penalizações ou atrasos por parte dos pilotos e que tem vindo a afectar igualmente a armada portuguesa que perdeu já dois dos seus pilotos, David Megre e Luis Portela de Morais, forçados a abandonar depois de quedas que sofreram.

(mais…)

FMP