Luis Oliveira abre mundial em segundo

SuperEnduro

No arranque de mais um campeonato do mundo de Super Enduro, Luis Oliveira alcançou no passado Sábado a segunda posição final entre os Júniores que participam neste competitivo campeonato.

Aos comandos de uma moto com motor a dois-tempos o campeão nacional de Enduro e vencedor da edição 2015 da Baja de Portalegre mostrou-se como uma dos mais rápidos pilotos do pelotão desde os treinos cronometrados e no final assinou mesmo uma brilhante segunda posição.

Luis Oliveira foi segundo nas duas primeiras finais da prova realizada na fria cidade polaca de Lodz e na terceira final do dia o quarto posto conseguido foi suficiente para concluir a prova no degrau intermédio de pódio, sendo igualmente o vencedor do prémio de melhor arranque.

Um início de campeonato perfeito para Luis Oliveira que assim inicia o ano apostado em discutir os primeiros lugares deste mundial Super Enduro, campeonato que realizará a sua segunda prova no inicio do novo ano na Alemanha.

Please follow and like us:

Luis Oliveira segundo na Argentina

OliveiraPinamar

No regresso do campeonato do mundo de Superenduro, em Pinamar na Argentina, Luís Oliveira, foi o segundo classificado no final da prova e recuperou pontos para o líder do campeonato. O campeão nacional de enduro venceu a primeira manga no GP da Argentina – a sua primeira vitória no campeonato – depois de ter sido o mais rápido nos treinos cronometrados.

Na segunda manga da noite, o jovem luso ficou na segunda posição e na terceira terminou em quinto lugar. Contas feitas terminou o GP no segundo lugar e subiu ao pódio. 

“Foi uma corrida positiva, sempre muito renhida. Estou muito satisfeito com a performance da minha moto e também com o que consegui fazer.” começou por explicar Luís Oliveira. “O mais importante foi que ganhei pontos e que me aproximei do 1º classificado. Agora estou focado no Brasil que é já no próximo fim-de-semana.”

A próxima ronda do mundial é já no próximo fim-de-semana, em Belo Horizonte, no Brasil, quando faltam apenas 3 etapas para o final.

 

Please follow and like us:

Luis Oliveira é vice-campeão do mundo

LuisOliveiraSuperenduro

 

Luis Oliveira conseguiu no passado fim-de-semana em Espanha conquistar o segundo lugar no campeonato do mundo de Superenduro Júnior.  Aos comandos da sua Yamaha o campeão nacional de enduro em título concluiu de forma brilhante a sua primeira participação neste campeonato do mundo e fechou a experiência com um brilhante segundo posto final. Após seis provas que o levaram a passar por países como a Polónia, Alemanha, Argentina, Brasil, Républica Checa e Espanha Luis Oliveira mostrou todo o seu potencial perante os melhores especialistas, conseguindo uma época de estreia fantástica coroada com este vice-campeonato do mundo.

Please follow and like us:

Luis Oliveira vence na Africa Eco Race

Luis Oliveira venceu hoje pela primeira vez na Africa Eco Race. A sexta etapa da prova ligou Dakhla a Chami na Mauritânia e no final Luis Oliveira foi 2 minutos e 12 segundos mais rápido que o segundo. Rui Oliveira foi nono na especial e João Rolo o 21º. Na geral Luis Oliveira é segundo, Rui Oliveira terceiro e João Rôlo o 21º.

Please follow and like us:

Portugueses no pódio na Africa Eco Race

Terminou hoje junto ao Lago Rosa em Dakar a 10ª edição da Africa Eco Race onde após duas semanas de competição os três portugueses que iniciaram a aventura ainda no final do passado ano junto ao Mónaco conseguiram atingir os seus objectivos, destacando-se a dupla Luis e Rui Oliveira que terminaram no segundo e terceiro lugares respectivamente.

Com uma dezena de etapas divididas de forma idêntica por Marrocos e Mauritânia a passagem pelos derradeiros 23 quilómetros com o Lago Rosa como pano de fundo não contou para a classificação final mas voltou a servir na perfeição para que Luis Oliveira vencesse mais uma especial naquela que foi a sua prova de estreia no que ás maratonas TT diz respeito.

Lado a lado com Rui Oliveira os dois pilotos estiveram sempre em luta pelas melhores posições ao longo da competição, com Rui Oliveira a recuperar na fase final o degrau mais baixo do pódio e Luis Oliveira a ser durante grande parte da dezena de etapas o único a conseguir incomodar o vencedor desta 10ª edição da prova desenhada por Réné Metge e Jean-Louis Schlesser.

João Rôlo não terminou a prova classificado – excesso de penalizações retirou-o da folha de classificação – mas levou a sua KTM até à capital do Senegal, concretizando o seu principal objectivo dez anos depois de ter sido um dos pilotos que viu o Dakar 2008 ser anulado a poucas horas do seu arranque em Lisboa.

 

Please follow and like us:
FMP