CEV 2017: Quarteto luso em Valência

CEVValencia

 

Iniciou-se no passado fim-de-semana no circuito Ricardo Tormo em Valência mais uma temporada do CEV – campeonato espanhol de velocidade. Na primeira prova do ano foram quatro os pilotos portugueses que marcaram presença, dois na Pré-Moto 3: Francisco ‘Kiko’ Maria e Vasco Esturrado e dois em Superstock 600: Ivo Lopes e Pedro Nuno.

Num fim-de-semana de regresso à competição foram diversas as sortes dos pilotos portugueses, com os dois mais jovens, Maria e Esturrado, a conseguirem concluir as suas corridas na 23ª e 24ª posições respectivamente. Os dois jovens pilotos cumpriram 14 voltas aos 4.0005 metros de perímetro do circuito num numeroso pelotão composto por mais de três dezenas de pilotos oriundos de diversos países e muitos deles a representar equipas que estão também no campeonato do mundo da especialidade.

Pior sorte tiveram os dois representantes nas Superstock 600, uma classe muito competitiva e na qual os lusos querem ser protagonistas. Pedro Nuno foi vitima de uma queda na terceira volta quando estava a discutir a sétima posição e Ivo Lopes foi forçado a abandonar com problemas na sua moto depois de ter conseguido bons registos nos treinos cronometrados. Um fim-de-semana complicado para os dois pilotos das 600, que esperam agora pelo dia 28 de Maio para regressar de novo ás pistas em Espanha, mas antes terão ainda o arranque do campeonato nacional da especialidade em Portimão.

Please follow and like us:

Quarteto luso no CEV

Pedro Nuno_Barcelona 2

Na segunda prova do CEV 2017, o campeonato espanhol de velocidade, realizada no passado fim-de-semana no circuito catalão de Montmeló perto de Barcelona, foram novamente quatro os pilotos portugueses que marcaram presença na prova, divididos pelas classes Superstock 600 e Pré-Moto3.

Após o arranque do competitivo campeonato no circuito de Albacete, em Barcelona todos os quatro pilotos realizaram duas corridas no fim-de-semana, cabendo a Ivo Lopes a melhor prestação quando fechou a segunda corrida no quinto posto. Juntamente com a nona posição do dia anterior Ivo Lopes deixou o traçado da Catalunha na oitava posição da classificação geral. Na mesma classe Pedro Nuno foi o sétimo na primeira corrida, mas na segunda uma queda colectiva logo nos primeiros momentos deixou o piloto do Porto Alto fora de corrida.

(mais…)

Please follow and like us:

CEV 2017: Lusos em Navarra

Pedro Nuno_Navarra 2017

O Circuito de Navarra, no norte de Espanha, foi no último fim-de-semana palco da terceira ronda do CEV 2017, com Pedro Nuno, a afirmar-se uma vez mais como um dos competitivos concorrentes da categoria Superstock 600. O piloto arrancou no 14º lugar para a corrida final disputada na tarde de Domingo, conseguindo ao longo das 17 voltas ao circuito espanhol ascender ao 10º lugar onde terminaria por entre a competitiva concorrência das Superstock 600, a escassos três segundos de subir mais três lugares.

Cumpridas três jornadas, uma das quais duplamente pontuável para o CEV, Pedro Nuno ocupa agora o 14º lugar com um total de 15 pontos somados em apenas duas das quatro hipóteses possíveis, uma vez que conta com dois abandonos registados.

Na ronda de Navarra esteve igualmente em pista Kiko Maria que aos comandos da sua BeOn foi o único luso na classe. O piloto lisboeta terminou na 25ª posição final numa ronda onde se mostrou igualmente agradado com a evolução que registou em termos de diferenças para os adversários nos tempos por volta. O campeonato prossegue a meio de julho no MotorLand Aragón.

Please follow and like us:

Ivo Lopes fecha CEV no pódio

Já com o título nacional Superstock 600 assegurado desde a penúltima ronda do CNV 2017, Ivo Lopes esteve este fim-de-semana no fecho do CEV onde aos comandos da sua Yamaha foi o segundo classificado da competitiva classe Superstock 600 em solo espanhol.

A corrida realizada no traçado andaluz de Jerez de La Frontera contou mais uma vez com mais de três dezenas de pilotos e no final de uma corrida muito disputada Ivo Lopes conseguiu mesmo o seu melhor resultado do ano na competição, fechando em beleza um campeonato onde mostrou poder ser um protagonista.

Um encerramento de época muito postivo para Ivo Lopes que depois de renovar o título português confirmou o seu valor perante os espanhóis.

Please follow and like us:
FMP