IMG_6943

Na abertura de mais uma temporada de campeonato nacional de enduro foi a localidade alentejana de Vila Nova de Santo André que recebeu pela primeira vez um evento do campeonato maior da especialidade no nosso país.

Para acolher pela primeira vez a caravana de pilotos – com cerca de centena e meia de participantes – a organização desenhou um percurso com cerca de meia centena de quilómetros nos quais estavam as especiais, maioritariamente em piso de areia e que se mostraram não apenas selectivas mas também muito espectaculares para gáudio do muito o público que acompanhou o evento numa localidade com forte tradição de motociclismo com destaque para as corridas de velocidade que durante anos escreveram nas ruas da vila junto ao Atlântico algumas das suas páginas.


Com onze especiais em agenda foi Luis Correia – campeão nacional em 2016 e presente na prova de forma a preparar a sua temporada de motocross – que atacou desde a primeira especial a primeira posição e não mais largou a liderança até ao final da jornada. O piloto da Moçarria venceu em nove das onze especiais e no final do dia bateu o igualmente regressado Luis Oliveira por pouco mais de um minuto, com Oliveira a ser o único capaz de bater Correia por duas vezes ao longo da jornada.

Mais animação houve na luta pelo degrau mais baixo do pódio, ocupado pelo campeão de 2017, Diogo Ventura, até à segunda passagem pela Enduro Test quando João Vivas assumiu o degrau mais baixo do pódio que soube manter até ao fecho da prova, terminando com menos de dois segundos de vantagem face a Ventura. Gonçalo Reis iniciou a prova na quarta posição mas desceu ao quinto posto na primeira passagem pela ET e aí se manteve até ao final numa jornada onde estreou nova moto.

Luis Correia foi também o vencedor na classe Enduro 2, com Diogo Vieira a ser o melhor na Enduro 1, ele que foi o sexto da Elite, classe maior do enduro onde estiveram 12 pilotos. Entre os pilotos da Open a primeira posição foi para Sebastian Buhler, Rodrigo Belchior venceu na Verdes 1 e Youth Cup, João Moura na Verdes 2 e Diogo Lopes na Verdes 3. Primeira posição nas Senhoras para Joana Gonçalves, de regresso à competição agora no Enduro e primeiro posto para João Nobre nos Veteranos. Na Enduro Cup foi João Saraiva quem subiu ao degrau mais alto do pódio, o mesmo acontecendo com Pedro Sarreira na Super Veteranos e Miguel Antunes nas Vintage.

A próxima prova do campeonato irá levar a caravana até à Vila de Góis, no final do mês de Fevereiro.

Please follow and like us:
Nacional Enduro – CFL: Correia regressa em força
FMP