PartidaSBK2

Na quinta ronda pontuável para o campeonato nacional de velocidade a caravana do CNV esteve pela terceira vez no Circuito do Estoril para uma jornada que marcou a entrada na fase decisiva do campeonato. Com corrida dupla em agenda para as classes maiores, Superbike e Superstock 600 o fim-de-semana contou com um total de 89 inscritos que sob a organização do Motor Clube do Estoril voltaram ao traçado junto a Lisboa.

Na classe raínha, Superbike, foi Tiago Magalhães quem venceu ambas as corridas, com 16 voltas cada, qualquer uma delas recheada de duelos bastante animados pelas primeiras posições, com Rui Reigoto e Pedro Monteiro a secundarem sempre o campeão nacional com destaque para Reigoto que fechou ambos os duelos em segundo a o menos de três segundos do campeão nacional depois de uma fase inicial de corridas onde juntamente com Pedro Monteiro e mesmo Ivo Lopes – este aos comandos da 600 – proporcionaram um excelente espectáculo a todos os que estiveram a acompanhar as corridas no circuito.

Com a dupla vitória conseguida Tiago Magalhães destacou-se um pouco mais no comando do campeonato e pode mesmo enfrentar as duas derradeiras provas do ano sem qualquer obrigação de vitória, bastando-lhe gerir a concorrência liderada por Rui Reigoto.

Autoritárias foram as duas vitórias conseguidas por Ivo Lopes na classe Superstock 600, batendo em ambas as corridas o campeão em título, Pedro Nuno, que esteve pela segunda vez este ano no campeonato. Pedro Nuno foi quem assinou a ‘pole-position’ mas em corrida Ivo Lopes levou a melhor e ficou a apenas dois pontos de se sagrar de imediato campeão nacional, o que poderá acontecer já na próxima ronda.

Paulo Leite e Diogo Regadas venceram respectivamente na Pré-Moto3 e Moto4, com ambas as corridas da Taça Luis Carreira – ENI a serem igualmente marcadas por excelentes momentos nas diversas classes, à semelhança das Clássicas, da Copa Estoril Dunlop Motoval e Kawasaki ZCup.

A próxima prova do CNV 2016 está agendada para os dias 15 e 16 de Outubro em Braga, no que será a segunda visita ao circuito minhoto.

Classificações

Superbike (Corrida 1)

1º Tiago Magalhães – Kawasaki com 16 voltas
2º Rui Reigoto – Yamaha a 2.846s
3º Pedro Monteiro – Yamaha a 21.378s
4º Mário Alves – Yamaha a 32.445s
5º Romeu Leite – Yamaha a 44.655s

Superstock 600 (Corrida 1)

1º Ivo Lopes – Kawasaki com 16 voltas
2º Pedro Nuno – Yamaha a 14.194s
3º Nelson Rosa – Kawasaki a 1m08.221s
4º Alex Costa – Yamaha a 1m24.737s

Superbike (Corrida 2)

1º Tiago Magalhães – Kawasaki com 16 voltas
2º Rui Reigoto – Yamaha a 2.767s
3º Pedro Monteiro – Yamaha a 4.606s
4º Romeu Leite – Yamaha a 33.159s
5º Frederic Bottoglieri – a 40.151s

Superstock 600 (Corrida 2)

1º Ivo Lopes – Kawasaki com 16 voltas
2º Pedro Nuno – Yamaha a 7.225s
3º Nelson Rosa – Kawasaki a 52.397s
4º Alex Costa – Yamaha a 1 volta

Pré-Moto3

1º Paulo Leite – Honda com 10 voltas
2º David Ferreira – Minarelli a 0.221s
3º João Marinho – Beon a 15.395s
4º Alex Costa – Cagiva 1m22.229s
5º Filipe Silva – Yamaha a 1m48.520s

Moto4

1º Diogo Regadas – Derbi com 9 voltas
2º Gonçalo Ribeiro – Honda a 43.178s
3º Patrick Costa – Minarelli a 1m13.455s
4º Carlos Tavares – Honda a 1m38.231s

Taça Luis Carreira – ENI (Corrida 1)

Open

1º João Curva – Yamaha com 8 voltas
2º Pedro Flores – Kawasaki a 7.708s
3º Jorge Afonso – Yamaha a 48.703s
4º Fernando Mercier – Yamaha a 1m22.722s
5º João Leandro – Yamaha a 1 volta

SBK

1º António Maximiano – Suzuki com 8 voltas
2º João Ribeiro – Suzuki a 21.540s
3º Tony Costa – Ducati a 22.262s
4º João Trancoso – Suzuki a 24.805s
5º Eduardo Cabreira – Aprilia a 41.451s

Sport

1º Armindo Neves – Honda com 8 voltas

SS

1º Vasco Salgado – Yamaha com 8 voltas
2º José Teixeira – Yamaha a 26.401s
3º João Vieira – Honda a 1m15.616s
4º António Reis – Honda a 1m29.217s
5º Ricardo Guerra – Honda a 1m41.494s

Taça Luis Carreira – ENI (Corrida 2)

Open

1º João Curva – Yamaha com 8 voltas
2º Pedro Flores – Kawasaki a 2.657s
3º Jorge Afonso – Yamaha a 48.205s
4º Fernando Mercier – Yamaha a 1m20.961s
5º João Leandro – Yamaha a 1 volta

SBK

1º António Maximiano – Suzuki com 8 voltas
2º João Ribeiro – Suzuki a 14.821s
3º João Trancoso – Suzuki a 15.262s
4º Tony Costa – Ducati a 15.761s
5º Ricardo Almeida – Kawasaki a 31.243s

Sport

1º Armindo Neves – Honda com 8 voltas

SS

1º Vasco Salgado – Yamaha com 8 voltas
2º José Teixeira – Yamaha a 27.001s
3º João Vieira – Honda a 1m12.584s
4º António Reis – Honda a 1m29.584s
5º Ricardo Guerra – Honda a 1m42.464s

Kawasaki ZCup (Corrida 1)

1º António Morato – Kawasaki com 8 voltas
2º Miguel Sousa – Kawasaki a 13.772s
3º Joaquim Boavida – Kawasaki a 1 volta

Kawasaki ZCup (Corrida 2)

1º Miguel Sousa – Kawasaki com 8 voltas
2º António Morato – Kawasaki a 0.038s

Clássicas

Classe 1

1º Tom Thomson – Norton com 9 voltas

Classe 3

1º Bernardo Villar – Honda com 9 voltas
2º Rodrigo Amaral – Honda a 0.624s
3º Duarte Amaral – Honda a 1m00.969s
4º Miguel Caetano – Honda a 1m33.010s
5º Fernando Sousa – Honda a 1 volta

Estoril Copa Dunlop Motoval (Corrida 1)

Classe 1

1º Francisco Mateos – Yamaha com 10 voltas
2º Luis Pimenta – Yamaha a 0.001s
3º Jesus Macarro – a 3.344s
4º Oscar Arias – Honda a 3.404s
5º Fernando Merchan – Yamaha a 23.720s

Classe 2

1º Gonçalo Ferreira – com 10 voltas
2º José Fernandes – a 1.748s
3º André Verdasca – Yamaha a 7.572s
4º João Silva – Aprilia a 13.626s
5º Nuno Simões – Yamaha a 18.037s

Estoril Copa Dunlop Motoval (Corrida 1)

Classe 1

1º Francisco Mateos – Yamaha com 10 voltas
2º Jesus Macarro – a 2.597s
3º Luis Pimenta – Yamaha a 4.042s
4º Fernando Merchan – Yamaha a 27.534s
5º João Serzedelo – Triumph a 1m00.521s

Classe 2

1º Gonçalo Ferreira – com 10 voltas
2º André Verdasca – Yamaha a 5.131s
3º João Silva – Aprilia a 23.694s
4º Alexandre Rosado – Suzuki a 30.919s
5º José Fernandes – a 44.214s

Campeonato

Superbike
1º Tiago Magalhães com 145 pontos; 2º Rui Reigoto, 105; 3º Pedro Monteiro, 87; 4º Romeu Leite, 69; 5º Mário Alves, 65

Superstock 600
1º Ivo Lopes com 150 pontos; 2º Alex Costa, 102; 3º Nelson Rosa, 81; 4º Pedro Nuno, 56; 5º Eusébio Nogueira, 26

Pré-Moto3
1º Paulo Leite com 100 pontos; 2º João Marinho, 76; 3º David Ferreira, 61; 4º Alex Costa, 29; 5º Edgar Machado, 20

Moto4
1º Diogo Regadas com 90 pontos; 2º Nuno Ribeiro, 69; 3º Tomás Alonso, 50; 4º Patrick Costa, 36; 5º Vasco Esturrado, 25

Taça Luis Carreira – ENI

SBK
1º António Maximiano com 217 pontos; 2º Tony Costa, 187; 3º João Trancoso, 162; 4º João Ribeiro, 155; 5º Eduardo Cabreira, 117

Open
1º João Curva com 240 pontos; 2º Pedro Flores, 165; 3º Jorge Afonso, 152; 4º Fernando Mercier, 97; 5º João Leandro, 73

SS
1º José Teixeira com 140 pontos; 2º André Capitão, 120; 3º João Vieira, 120; 4º António Reis, 90; 5º Ricardo Guerra, 70

Sport
1º Armindo Neves com 28 pontos

Estoril Copa Dunlop Motoval

Classe 1
1º Francisco Mateos com 140 pontos; 2º Jesus Macarro, 76; 3º Luis Pimenta, 75; 4º Luis Branquinho, 69; 5º Fernando Merchan, 69

Classe 2
1º Gonçalo Ferreira com 137 pontos; 2º André Verdasca, 117; 3º João Silva, 81; 4º Nuno Simões, 61; 5º Nuno Silva, 50

Kawasaki ZCup
1º Miguel Sousa com 70 pontos; 2º Joaquim Boavida, 48; 3º Paulo Vicente, 25; 4º António Koreska, 20; 5º Ricardo Duarte, 20

Please follow and like us:
CNV: Estoril pela terceira vez
Tagged on:     
FMP