Depois de Portimão no final do mês de Julho a velocidade nacional regressou ás pistas este fim-de-semana com a realização da quarta ronda da temporada, com corrida dupla mais uma vez para as duas classes maiores, Superbike e Superstock 600 e onde Rui Reigoto na primeira e Ivo Lopes na segunda repetiram as vitórias das corridas anteriores, com Reigoto a manter-se invicto em 2017 ao assegurar a sua sexta vitória.


O comandante do campeonato venceu em ambos os dias – Sábado e Domingo – levando a melhor na primeira corrida sobre André Pires – que recuperou desde o sexto lugar na primeira volta e Rui Marto – segundo entre a terceira e a nona volta – com este a repetir o degrau mais baixo do pódio no dia seguinte ficando a segunda posição para Tiago Magalhães que replicou o segundo lugar da primeira corrida de Portimão, ele que tinha sido quarto no Sábado depois de liderar na volta de abertura. Neste segundo dia Magalhães foi mais uma vez adversário de respeito para Reigoto, lutando com este de forma intensa nas primeiras seis voltas onde dividiu a liderança com o líder do campeonato.

Sem concorrência nas 600 Ivo Lopes voltou a lutar com os homens das 1000cc, fechando na geral conjunta a primeira corrida em segundo atrás de Reigoto, para ser quarto na geral no Domingo depois de ser passado por Rui Marto na 11ª volta. A segunda posição nas 600 foi para Angel Domingues no Sábado, mas ao não terminar no Domingo André Lopes e Stephen Carmichael subiram uma posição cada um e Ivo Lopes regressou ao comando do campeonato.

Num fim-de-semana de temperaturas elevadas estiveram igualmente em pista as restantes classes do campeonato, com vitórias na Moto3 para Pedro Fragoso; Tomás Alonso em 125/Pré-Moto3 e Patrick Costa nas 85cc. Nas Clássicas o campeão nacional Bernardo Villar venceu pela terceira vez este ano, cabendo o primeiro lugar no Troféu ENI-TLC a Ricardo Almeida no Sábado e Rui Felisberto no Domingo. Na sempre animada Kawasaki ZCup foi Frederic Bottoglieri o vencedor em ambos os dias. Na Copa Dunlop Motoval vitórias de João Lourenço e João Silva, respectivamente no Sábado e no Domingo.

Esta foi a segunda visita do campeonato ao Estoril, estando agendado o regresso ao circuito para o fecho de época onde mais uma vez o Motor Clube do Estoril irá receber a caravana da velocidade nacional.
CLASSIFICAÇÕES

Superbike – Corrida 1
1º Rui Reigoto – Yamaha com 16 voltas
2º André Pires – Kawasaki a 3.185s
3º Rui Marto – BMW a 10.679s
4º Tiago Magalhães – Aprilia a 12.624s
5º Romeu Leite – Yamaha a 33.541s

Superbike – Corrida 1
1º Rui Reigoto – Yamaha com 16 voltas
2º André Pires – Kawasaki a 3.185s
3º Rui Marto – BMW a 10.679s
4º Tiago Magalhães – Aprilia a 12.624s
5º Romeu Leite – Yamaha a 33.541s

Superbike – Corrida 2
1º Rui Reigoto – Yamaha com 16 voltas
2º Tiago Magalhães – Aprilia a 7.371s
3º Rui Marto – BMW a 11.098s
4º André Pires – Kawasaki a 14.041s
5º Romeu Leite – Yamaha a 27.722s

Superstock 600 – Corrida 1
1º Ivo Lopes – Yamaha com 16 voltas
2º Angel Domingues – Kawasaki a 1m30.668s
3º André Lopes – Yamaha a 1m42.086s
4º Stephen Carmichael – Kawasaki a 1 volta

Superstock 600 – Corrida 1
1º Ivo Lopes – Yamaha com 16 voltas
2º André Lopes – Yamaha a 1 volta
3º Stephen Carmichael – Kawasaki a 1 volta

Moto3
1º Pedro Fragoso – TBA com 10 voltas

125/Pre-Moto3
1º Tomás Alonso – Moriwaki com 10 voltas
2º David Ferreira – Minarelli a 3.552s
3º João Marinho – BeOn a 21.130s
4º Diogo Pires – BeOn a 39.914s
5º Vasco Esturrado – Moriwaki a 51.986s

85
1º Patrick Costa – Minarelli com 10 voltas
2º Gonçalo Ribeiro – Honda a 3.462s
3º Alexandre Tavares – Honda a 40.939s
4º Diogo Regadas – BeOn a 1 volta

Clássicas
1º Bernardo Villar – Honda com 9 voltas
2º Rodrigo Amaral – Honda a 0.550s
3º Duarte Amaral – Honda a 40.695s
4º António Machado – Yamaha a 44.485s
5º Joaquim Boavida – Guzzi a 1 volta

Troféu ENI – TLC + Kawasaki ZCup – Corrida 1
1º Ricardo Almeida – Suzuki com 8 voltas
2º Frederic Bottoglieri – Kawasaki a 5.763s
3º João Trancoso – Suzuki a 6.775s
4º Rui Felisberto – Yamaha 7.015s
5º Pavel Bogdanov – Kawasaki a 12.351s

Troféu ENI – TLC + Kawasaki ZCup – Corrida 2
1º Rui Felisberto – Yamaha com 8 voltas
2º Ricardo Almeida – Suzuki a 7.232s
3º João Trancoso – Suzuki a 7.507s
4º Frederic Bottoglieri – Kawasaki a 13.735s
5º Eduardo Cabreira – Aprilia a 14.427s

Copa Dunlop Motoval – Corrida 1
1º Filipe Lourenço – Aprilia com 10 voltas
2º Alexandre Rosado – Suzuki a 17.566s
3º Tiago Pires – Suzuki a 24.537s
4º Jesus Macarro – Kawasaki a 27.199s
5º Daniel Rodriguez – Yamaha a 38.085s

Copa Dunlop Motoval – Corrida 2
1º João Silva – Kawasaki com 10 voltas
2º Alexandre Rosado – Suzuki a 7.477s
3º Filipe Lourenço – Aprilia a 13.235s
4º Jesus Macarro – Kawasaki a 14.095s
5º Tiago Pires – Suzuki a 14.709s

Please follow and like us:
CNV 2017 – Estoril II: Reigoto e Lopes a dobrar
Tagged on:         
FMP