Arnaldo Martins

Com uma luta emocionante nas motos, que terminou favorável ao campeão António Maio, cumpriu-se no Algarve a terceira jornada do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno que teve também como vencedores Arnaldo Martins nos Quad e a dupla João Lopes/Bruno Santos nos SSV.

Nas duas rodas foi necessário que os três primeiros pilotos em pista terminassem a corrida para se apurar o vencedor. O trio que subiu ao pódio terminou separado por apenas 21 segundos com vantagem para António Maio que bisou esta temporada e reforçou a liderança do campeonato.

Depois de ter entrado de forma dominadora no prólogo Sebastian Buhler não conseguiu estar tão forte como noutras ocasiões e terminou a 12 segundos do ‘capitão’ Maio. Pelo contrário Mário Patrão entrou demasiado à defesa, mas terminou fortíssimo a 21 segundos do vencedor.

Luís Teixeira foi o vencedor na classe TT3 enquanto o triunfo na também disputadíssima TT1 pertenceu a Fernando Ferreira. Os restantes vencedores nas duas rodas foram Martim Ventura na Promoção, Luís Cunha em Veteranos e Flávia Rolo entre as Senhoras.

E vão 3 para Arnaldo Martins

Entre os Quad a corrida algarvia limitou-se a confirmar o enorme favoritismo de Arnaldo Martins que terminou com quase meia hora de vantagem para o jovem Fábio Ferreira numa corrida onde terminaram apenas 3 pilotos.

A vez dos Polaris 

Entre os SVV foram muitos os que passaram pelas primeiras posições, mas João Lopes permaneceu quase sempre na liderança (apenas Rui Serpa passou pela liderança no primeiro dia) e terminou com mais de cinco minutos de vantagem, dando à Polaris a sua primeira vitória esta temporada depois do domínio dos novos Can-Am nas duas primeiras rondas do ano.

Evacuado depois de ter sido picado por abelhas, às quais é alérgico, Ruben Faria foi um dos vários pilotos que passou pela segunda posição, lugar que acabou por ser ocupado por Vitor Santos que venceu também entre os Veteranos após uma prova feita em modo de recuperação desde o prólogo ganhando uma dúzia de posições. Ao pódio subiu ainda o campeão nacional João Dias em Polaris. 

Bruno Martins e Bruno Matias, ambos em Can-Am, ocuparam os restantes lugares do Top 5. Bruno Martins regressou à liderança do campeonato, enquanto Bruno Matias venceu a Promoção.

Entre os Yamaha o mais rápido foi desta vez Mário Franco que terminou na 6ª posição depois de animado duelo com o estreante, em SSV, Beto Borrego que terminou na 2ª posição da Taça Yamaha Classe Open. Na Classe Stock o vencedor foi Álvaro Oliveira que terminou na 13ª posição absoluta.

Luís Caseiro venceu a Classe ‘não Turbo’ do Troféu Polaris enquanto que Tânia Diogo foi a vencedora da Taça das Senhoras, tendo terminado ainda em 3º lugar da Classe Stock da Taça Yamaha.

A próxima etapa do Campeonato terá lugar em Reguengos de Monsaraz de 26 a 28 de Maio.

CAMPEONATO

Moto: 1º António Maio (Yamaha) 70 pontos; 2º Mário Patrão (KTM) 52; 3º Sebastian Bühler (Yamaha) 45; 4º Luís Teixeira (Yamaha) 37; 5º David Megre (KTM) 29

Quad: 1º Arnaldo Martins (Suzuki) 75 pontos; 2º Filipe Martins (Kawasaki) 40; 3º Vitor Caeiro (Yamaha) 29; 4º Luís Pimenta (Suzuki) 22; 5º Fábio Ferreira (Yamaha) 20

SSV: 1º Bruno Martins (Can-Am) 54 pontos; 2º Pedro Mendes (Can-Am) 49; 3º João Dias (Polaris) 47; 4º Vitor Santos (Can-Am) 37; 5º João Monteiro (Can-Am) 24; 6º Nuno Matias (Can-Am) 23

Please follow and like us:
CN TT: Animação total no Sul
Tagged on:     
FMP