O Troféu de Moto-Ralis Turísticos regressou ao Algarve após um interregno de três anos! Demonstrando as saudades e o carinho que os mototuristas tem pelo Moto Clube de Albufeira, bem como pela esta região ímpar, a 14ª edição da sua imaginativa organização recebeu o maior pelotão de sempre, com 51 equipas e bem mais de uma centenas de pessoas se consideramos os motociclistas organizadores, emboscados aqui e ali para muita brincadeira e patifaria.

Tudo isto decorreu no fim de semana de 7 e 8 de Outubro deste 2017 seco e cheio de sol, péssimo para a agricultura e pouca floresta ainda existente no país mas fantástico para a praia, motos e esplanadas. E, para sermos mais exactos, o convívio deste moto-rali turístico até começou antes, já que praticamente todos os participantes, do centro e norte do país, se juntaram na 6ª à noite, à mesa, nesta incrível cidade que dá pelo nome de Albufeira, sede de um concelho que possui mais de 400.000 camas oficiais para turistas, mais que toda a região da Madeira, por exemplo. E que estavam quase todas esgotadas, colocando dificuldades aos organizadores, para conseguirem alojamento para o grupo, bem como restaurantes que sentassem tanto mototurista.

E a passeata decorreu ao sabor do relaxe algarvio, com calor e sol de fazer inveja a muito verão do norte de Portugal. Recordando os “hits” de há 10 anos, o MC Albufeira reeditou a célebre edição de “Albufeira, Capital do Turismo” com jogos divertidos e périplos semi-urbanos, não fugindo muito do epicentro desta espécie de “Las Vegas portuguesa” mostrando também um pouco dos concelhos de Silves e Lagoa.

Com uma caravana bastante renovada, poucos tinham vivido a borga de há uma década e os que tiveram a felicidade de a recordar, fizeram-no com um sorriso nostálgico, pelas estradecas interiores de Tunes, Estômbar, Algoz, Barragem do Arade, falésias costeiras da foz do Arade a Benagil, ou o reboliço exótico de Ferragudo, Carvoeiro, Oura, Olhos de Água ou a cratera deste vulcão turístico que é o centro de Albufeira.

Com partida da Praça dos Pescadores, essa que serviu de chegada e partida a dois Lés-a-Lés bem recentes, as duas etapas – que não precisaram de somar mais de 157 km no total – mostraram-nos que há viveiros com muitos milhares de laranjeirinhas à disposição, que há quem ainda conserte carroças, que voam rapinas no castelo de Silves, que os produtos artesanais são de lamber os beiços na Quinta dos Avós e que o Sítio das Fontes, nas margens do estuário do Arade, está cada vez mais apetecível para um mergulho em águas límpidas.

Mas houve mais. Os inevitáveis museus e conventos, zonas naturais protegidas, artesãos e escultores, combatem-nos o Alzheimer e não deixam morrer as memórias de como Portugal se fez até aos dias de hoje. E o Algarve tem muita história, ou este clima fora de série não atraísse desde sempre os nosso antepassados. E neste moto-rali, os organizadores brindaram-nos ainda – para além de viagem de comboio urbano – com a adrenalizante experiência de andar em potente barco com mais de 400 cavalos e voar sobre as ondas ao largo de Albufeira. Sim, a voar, a 70km/h em mar ondulado, mais os piões e até mergulhos de proa que ensopavam todos os presentes. Fantástico!

Obrigado ao MC Albufeira por tanta variedade de momentos e por nos mostrar a sua terra de uma forma mais cultural. Que para o resto já todos sabem onde se dirigir… As noitadas foram valentes e só ficamos com pena de não experimentar a água do mar que estava a 22 graus…

E no final de tanta emboscada montada por vaquinhas, freiras, bispos, fotógrafos camuflados, árabes, camponesas tatuadas ou de bigode, os “Patos Bravos”, casal constituído pela Carla e Fernando Silva, voltaram a estes passeios e às vitórias. Não tem emenda…A Milai e Pedro Morais, dos Motards do Ocidente e os “Correias” completaram o pódio de uma extensa classificação que incluiu prémios para os melhores árabes do jantar de sábado e ainda sorteio de vouchers de equipamento BMW. Este turístico Troféu BMW-Dunlop terminará a 4 e 5 de novembro, 600 km a norte, pelo costeiro Caminho de Santiago, do Porto a Esposende. Quem organiza? Os habituais Conquistadores de Guimarães que há muito tem a honra de terminar em beleza a época! Espreitem em www.mcg-conquistadores.org

Please follow and like us:
Albufeira, Capital do Moto… Turismo
FMP